RSS

Jogadores

Japú
Gel
Madá

Não tenho duvidas que se fossemos relacionar todos os craques que desfilaram nos campos de futebol de Ibicaraí, ficaríamos prolongados dias, tentando lembrar nomes e adjetivos as estes verdadeiros heróis, que de verdade construíram a história do vitorioso futebol Ibicaraiense. Mas vamos citar alguns desde os tempos da velha Palestina, que fizeram a alegria nas tardes de domingos e feriados no decorrer dos anos, alguns já citados antes. 

Começamos por José Ribeiro (Zé sapateiro) extraordinário em todas as posições da defesa, Plínio Lemos (Tinteiro), Tampinha, era considerado o Garrincha da época, arisco, driblador, e cabeceador apesar da pequena estatura, Josuel, Nem, Tomé jogava como  atacante,  Luiz Lopes, Betinho Moreno, João Bahia, Zé Biliu, Boca Rica, Natinho, Zé Fernandes, José Eduardo, Antônio Piaba, Mendonça (SESP), Vardo, Edvaldo meia armador de técnica apurada, Graci, Nivaldo Melo, era um volante de rara habilidade, Pequeno, Betinho, um meio extraordinário, Bebé, bom em todas as posições, Titia, um goleiro sensacional do time do Flamengo de Hercílio Nunes, Tinho goleiro oriundo da vizinha cidade de Floresta Azul, Bodete, Satu, Miu, Fernando (Bode Rouco), Vando, Deraldo Fontes, Biguá, lateral extraordinário, Nelso Gama, Didi Silveira, goleiro e zagueiro excepcional em suas posições, Egdemo, um craque, jogador de fino trato com a bola, conhecia tudo de futebol, Pepê, Humberto, Agnaldo, Salvador Borges, Vitório, Valdenor, Nelson Papo, Banha, Gajé, Cabila, Gaduca, Raimundo, Macário, Hominho, Nelso Vapo, Adailson, Cebuí, Dinho, Urubu, Morro Redondo, Jonas Báia, Merica, Os heróis de 1975 e 1981, Raminho, goleiro de boa saída do gol, Pelé zagueiro e lateral, Jorjão, Pedrão, Copeu talvez o melhor lateral esquerdo que se viu jogar por aqui, Belinha, uma elegância dentro de campo, Geraldo de Bel, Beca que jogou em equipes do Brasil e Portugal, Renan, e Copinho, tiveram passagem pelo Ypiranga de Salvador, Boca de Pia também jogou no Itabuna Esporte Clube, Pancho, Davi, Daniel, Paulo Vagal, Sinha, Faustinho, ponta esquerda habilidoso, Jaime, Gil, Paulista. Nicodemos (Coronel), um dos maiores, o motor das equipes que jogou, Leitoinha, Reni, Jorge Moura goleiro que fez parte do grupo campeão de 1981, Raimundo de Floresta Azul, Kerginaldo, China que era de Coaraci, mas fez história por aqui,  Dadau, Pastinha, Nêgo, Silvio, Poty, autor do gol que deu o titulo a Seleção de Ibicaraí no Intermunicipal de 1981, jogou no Botafogo de Salvador, como poderíamos de esquecer de Gil Lima (Labau), jogou em vários times do Brasil, jogou na Bélgica e Portugal. Sildo, um mestre na defesa, Café, jogou na seleção de Ibicaraí, também atuou no futebol Belga. Japú um goleiro extraordinário, Paulo Boate um dos zagueiros mais clássicos que já se viu por aqui, Regis e Nenen ambos laterais jogou na seleção de Ibicaraí e nos principais times do nosso futebol, Bico, Ostér um jogador denominado curinga, jogava em todas as posições do campo, Chê, um atacante excepcional, certamente um dos melhores de todos os tempos, Marcos Capacete jogou nas principais equipes daqui e também jogou no futebol brasiliense, Pizula símbolo de raça e determinação, poderia ter sido profissional, Péricles grande meio de campo, atuou no Itabuna Esporte Clube, Gilvan, além de ter atuado nas principais equipes do nosso futebol onde foi campeão em quase todas, jogou na equipe do ADJ equipe do futebol profissional bahiano, Careta, Chicão, Leinho chegou atuar no Democrata, equipe do futebol mineiro, abandonou devido uma contusão, Haus, atuou no Palmeiras, América de Ribeirão Preto. Hudson meio campo de boa técnica jogou em equipes profissionais, Itabuna, Poções no futebol baiano, e São José, Bandeirante, no futebol Paulista, aqui em Ibicaraí, jogou no Novo Horizontino onde foi campeão em 2002 e 22 de Outubro. Welton zagueiro tecnicamente perfeito, também foi profissional. Quinho, Pernal, Ricardo, ambos jogaram nas principais equipes do nosso futebol e atuou em Seleções de Ibicaraí e da região. Pelôco jogador da vizinha cidade de Floresta Azul, mas tem uma grande identificação com o futebol ibicaraiense, em 2006 foi campeão municipal pelo BNEC, jogou pelo Corina Batista e Delfino Guedes e foi sempre destaque e artilheiro, defendeu a e foi um dos principais atletas na campanha da seleção ibicaraiense no Intermunicipal de 2011. Danilo “Minhoca”, jogador obediente taticamente, jogou nas equipes do 22 de Outubro e Cobras, e atua na seleção de Ibicaraí desde 2007. Nido vindo São josé da Vitória, de técnica apurada, tendo passagem por varias seleções em Intermunicipal, jogador destaque na excelente campanha da seleção de Ibicaraí em 2011 no Intermunicipal, e campeão municipal pelo Cobras em 2010 e 2011. Ronaldo do Santa Isabel, grande destaque na seleção ibicaraiense no Intermunicipal de 2007, Arlindo jogou no Joinvile time do futebol catarinense, Sulimar jogou aqui no 22 de Outubro, nas seleções de Floresta Azul e de Ibicaraí, e jogou nas divisões de base do Bahia da capital.
Rubinho, que vem se firmando como um craque, e não poderíamos deixar de lembrar de Iago uma das grandes revelações do momento.
Orlando, Nivaldo Melo e Miu.


Nelson Papo e Tampinha





  • Digg
  • Del.icio.us
  • StumbleUpon
  • Reddit
  • RSS
3Comentarios

3 comentários:

Iure Monteiro disse...

Antunes conhece todos mora em ANTAS-BA E JOGOU PELO IBICARAÍ EM 1978, GOSATRIA DE SABER SE TEM FOTO OU ARQUIVO COM ELE. ERA CONHECIDO COMO SERGIPE

Michelle Assis disse...

MARAVILHA MEU TIO NELSON FAZER PARTE DESTA HISTÓRIA!!!SAUDADES MEU TIO!!!
MICHELLE SINARA

Celso disse...

Grandes nomes. Poderia ter citado tambem uma geração promissora de grandes jogadores, que poderiam facilmente atuar no time Profissional. Goleiro Márcio Podão, Wesley (um dos maiores meio de campo que ja vi), Tiago Cão, o próprio Labau que passou por divisão de base, Lecuri, que chegou a ser campeão pelo Santos B. Abs e parabens pelo site

Postar um comentário

Mais um pouco da história

Agradecimentos a:

Carlos Lima, Nivaldo Melo, Miu Alfaiate, Waldir Montenegro, José Raimundo Dias, Adelmo de Tota, Ionaldo Nunes, Eduardo Miranda, Idma Monteiro, Valtaire Alves Moreira, Agnor Barbosa, Jerry Adriane, Antônio Raumundo, Sr. Dedé, João Messias, Ernane Vasconcelos, Naziozênio Raimundo, Idalicio Pascoal, Erasmo Carlos, Péricles Araújo, Carlos Barbosa, Waldemir Rodrigues, Josevan Alves Dias, Edvaldo Moreira da Silva, Ronilson Menezes, Luiz Moura, Antônio Narciso, João Leal, Vivaldo Assunção, Raimundo, Mimi, Mano e Nelito de Floresta Azul, Agnaldo Gama, Josuel Nunes da Cruz, Antônio Lins de Araújo, Profº Julival Pereira, Uracy Costa, Ubaldo Costa, Domingão do Andrezão, José Gilvan Santos, Raimundo da Vila, Profª Márcia, Zé Mago (Faz. Estrela da Paz), Raimundo Nascimento, Aldair Campos, Givaldo Taxista, Morcher do Paraguaçu, Antônio Macário Filho, João Machado, Edmundo Gonçalves, Noélia Costa, Joselito Leal, Jorge Fernandes, Claudionor José de Lima, Ordival Gama, Adonai PM, Adilson da Mata, Portugal Alfaiate, Jardel Oliveira, César Bernardino, Gilson Ribeiro, Waldir (Neném), Elias Dias, Raimundo Conceição, Guilherme da Bandeirantes, Rita Braitt, Tonico e Lali Brito, Dona Rosalina, José Pereira, Edna Cardoso (SESP), Eduardo Reis, Dona Hélia, Paulo Roberto Dias, César Ribeiro, Elpidio Bispo, Moisés Calazans, Regis da Feira, Leda Alves, Álvoro Caldas, Mário Abreu, Rodrigo Conceição+, José Sebastião dos Santos, Arnaldo Esteves, Zenildo Cerqueira (Quiquinho +), Antônio Macedo, Murilo Benevides, Reinalto Souza.

Depoimento:

Eu acompanhei a incansável luta de Sandoval Novais, para a realização desta obra, que tanto engrandece o passado e o presente da história futebolística da nossa querida Ibicaraí. Através desta imensurável força de vontade, é que a pesquisa aqui publicada torna - se um abrir de olhos, em relação à atenção, com que devemos tratar às gerações futuras que hão de se envolver com o esporte, aqui o leitor (a) encontrará a real narrativa, verdadeiramente encontrará a informação colhida literalmente na fonte, sempre narrada a partir de personagens que atuaram diretamente na história é isto que dá notoriedade e credibilidade a esta obra. Sou testemunha das privações a que Sandoval teve que se submeter por amor ao esporte, mas graças a sua perseverança é que o mundo hoje, toma conhecimento dos bravos heróis do nosso esporte, esta narrativa certamente será imortalizada, e com certeza, em um futuro próximo teremos o reconhecimento e apoio aos atletas da nossa querida Ibicaraí – Bahia.

Não posso deixar de relatar, a participação ativa do desportista Carlos Lima, que assumiu o trabalho de logística, agiu como um verdadeiro escudeiro, sempre auxiliando Sandoval em pesquisas de fotografias, recorte de jornais, e até mesmo entrevistando os protagonistas desta rica história, por muitas das vezes, presenciei Sandoval e Carlos Lima ficarem debatendo por horas em relação ás fotos e entrevistas colhidas junto aos remanescentes da história futebolística Ibicaraiense.

Parabéns Sandoval Novais, parabéns a Carlos Lima, vocês são verdadeiramente pessoas bem aventuradas.

André Luiz Evangelista Santos

- Blogueiro-

Blogs que sigo

Ibicaraí - Bahia

Ibicaraí - Bahia