Pages

Os campeões durante a história

Foto: Arquivo Waldir Montenegro 
Ibicaraí Esport Club – Campeão de 1949

Em pé da esquerda pra direita: Thescon, Osmar, Egdemo, Bebé, Tonho Barreto, Satú, Nivaldo Melo, Vardo, Borba, Jorjão, Carrinho, Zilneda, Terezinha Pimenta e Jorge. Agachados: Massagista Amorim, Washington, Pepê, Bahia, Carmecito Maciel e Vivaldo Maciel.
1949 – Ibicaraí E. Clube
1984 – Não Houve
1950 – Não Houve
1985 – Guarany
1951 – Não Houve
1986 – Guarany
1952 – Não Houve
1987 – Internacional F. Azul
1953 – Pérola
1988 – 22 de Outubro
1954 – Pérola
1989 – Não Houve
1955 – Pérola
1990 – 22 de Outubro
1956 – Penharol
1991 – Não Houve
1957 – Não Houve
1992 – CSA
1958 – Flamengo
1993 – Caxias
1959 – Não Houve
1994 – Luxo
1960 – Pérola
1995 - Não Houve
1961 – Não Houve
1996 – Não Houve
1962 – Não Houve
1997 – Não Houve
1963 – Não Houve
1998 – Flamengo F. Jovem
1964 – Não Houve
1999 – Não Houve
1965 – Brasil de F. Alves
2000 – Unidos Cajueirense
1966 - Não Houve
2001 – Novo Horizontino
1967 - Pérola
2002 – Unidos Cajueirense
1968 – Arcenal
2003 – Não Houve
1969 – Não Houve
2004 – Não Houve
1970 – Juventus
2005 – Não Houve
1971 – Não Houve
2006 – BNEC
1972 – Não Houve
2007 – Não Houve
1973 – Guarany
2008 – Não Houve
1974 – Santos
2009 - Guarany
1975 – Não Houve
2010 - Cobras
1976 – Não Houve
2011 - Cobras
1977 – Juventus
2012 – Não Houve
1978 – Bahia
2013 - Cobras
1979 – 22 de Outubro
2014 – Não Houve
1980 – Guarany
2015 – Não Houve
1981 – Guarany
2016 – Unidos Cajueirense
1982 – Bahia
2017 - Caxias
1983 – Guarany



0 comentários:

Postar um comentário

Agradecimentos:

Carlos Lima, Nivaldo Melo+, Miu Alfaiate, Waldir Montenegro, José Raimundo Dias, Adelmo de Tota, Ionaldo Nunes, Eduardo Miranda, Idma Monteiro, Valtaire Alves Moreira, Agnor Barbosa, Jerry Adriane, Antônio Raumundo, Sr. Dedé, João Messias, Ernane Vasconcelos, Naziozênio Raimundo, Idalicio Pascoal, Erasmo Carlos, Péricles Araújo, Carlos Barbosa, Waldemir Rodrigues, Josevan Alves Dias, Edvaldo Moreira da Silva, Ronilson Menezes, Luiz Moura, Antônio Narciso, João Leal, Vivaldo Assunção, Raimundo, Mimi, Mano e Nelito de Floresta Azul, Agnaldo Gama, Josuel Nunes da Cruz, Antônio Lins de Araújo, Profº Julival Pereira, Uracy Costa, Ubaldo Costa, Domingão do Andrezão, José Gilvan Santos, Raimundo da Vila, Profª Márcia, Zé Mago (Faz. Estrela da Paz), Raimundo Nascimento, Aldair Campos, Givaldo Taxista, Morcher do Paraguaçu, Antônio Macário Filho, João Machado, Edmundo Gonçalves, Noélia Costa, Joselito Leal, Jorge Fernandes, Claudionor José de Lima, Ordival Gama, Adonai PM, Adilson da Mata, Portugal Alfaiate, Jardel Oliveira, César Bernardino, Gilson Ribeiro, Waldir (Neném), Elias Dias, Raimundo Conceição, Guilherme da Bandeirantes, Rita Braitt, Tonico e Lali Brito, Dona Rosalina, José Pereira, Edna Cardoso (SESP), Eduardo Reis, Dona Hélia, Paulo Roberto Dias, César Ribeiro, Elpidio Bispo, Moisés Calazans, Regis da Feira, Leda Alves, Álvoro Caldas, Mário Abreu, Rodrigo Conceição+, José Sebastião dos Santos, Arnaldo Esteves, Zenildo Cerqueira (Quiquinho +), Antônio Macedo, Murilo Benevides, Reinalto Souza.

Depoimento:

Eu acompanhei a incansável luta de Sandoval Novais, para a realização desta obra, que tanto engrandece o passado e o presente da história futebolística da nossa querida Ibicaraí. Através desta imensurável força de vontade, é que a pesquisa aqui publicada torna - se um abrir de olhos, em relação à atenção, com que devemos tratar às gerações futuras que hão de se envolver com o esporte, aqui o leitor (a) encontrará a real narrativa, verdadeiramente encontrará a informação colhida literalmente na fonte, sempre narrada a partir de personagens que atuaram diretamente na história é isto que dá notoriedade e credibilidade a esta obra. Sou testemunha das privações a que Sandoval teve que se submeter por amor ao esporte, mas graças a sua perseverança é que o mundo hoje, tomar conhecimento dos bravos heróis do nosso esporte, esta narrativa certamente será imortalizada, e com certeza, em um futuro próximo teremos o reconhecimento e apoio aos atletas da nossa querida Ibicaraí – Bahia.

Mais um pouco da história

Se ligue na melhor